Voltar a pagina anterior

LIBIDO (AUMENTAR)

 

Ervas podem estimular o prazer sexual

Na medicina natural, há outras opções para estimular o desejo sexual. A marapuama tonificante dos nervos e do sistema hormonal. Pesquisadores ingleses recomendam infusão feita com uma colher (de chá) de bagas de marapuama dissolvida numa xícara (de chá) de água fervendo. Em seguida, deve-se deixá-la em fogo brando por cinco minutos e beber três vezes ao dia.

Para aumentar o vigor sexual em ambos os sexos, especialistas receitam diariamente de uma a cinco gramas de pólen ou duas colheres (de chá) de geléia real. "O ginseng é tonificante que traz vigor físico sem aumentar o consumo de oxigênio. Ervas cultivadas na China como a erva de bode e a catuaba foram testadas em laboratório e aumentaram o número de cópulas em cobaias. Pesquisadores ainda contestam esses estudos", diz o médico Alexandros Botsaris, autor de As fórmulas mágicas das plantas (Nova Era).

Ele lembra que algumas raízes aumentam o desejo sexual na mulher, como por exemplo, a raiz do aspargo chinês. Ela é usada como planta ornamental no Brasil e na Índia é chamada shatavari, que significa "mulher de cem maridos". Outra raiz que estimula a libido feminina é a cyperus rotundus, conhecida como tiririca, que deve ser cozida.

CHEIROS - Há também a aromaterapia. Entre os óleos afrodisíacos estão o jasmim, patchuli e ilangue-ilangue (cananga). O jasmim é um estimulante sexual, antidepressivo e alivia dores do sistema genital feminino. O perfume exótico do ilangue-ilangue estimula os sentidos e relaxa a musculatura. Os óleos são usados em massagens, podem ser inalados ou usados em banho de imersão.

Na verdade, uma dieta equilibrada é o melhor afrodisíaco. O consumo de carne e gordura diminui a quantidade de hormônio masculino. Estudo da Universidade Utah revelou que os níveis de testosterona no sangue diminuíram 50% num grupo de oito homens após o consumo de milk-shakes gordurosos. Além disso, a ingestão de gordura obstrui as artérias do pênis.

O álcool também diminui a capacidade de produção de testosterona, segundo pesquisas da Chicago Medical School. O andrologista Paulo Brito Cunha, diretor do departamento de andrologia da Sociedade Brasileira de Sexologia, diz que não há remédio para aumentar o desejo sexual. "No caso do homem, a ereção depende do bom funcionamento das estruturas neurológicas e vasculares. E as plantas ou fitoterápicos não resolvem", acredita.

PERIGOS - Uma pessoa deprimida e com falta de libido pode ter boa resposta sexual se usar um antidepressivo. Mas o abuso dessas drogas libera mais serotonina, que por sua vez diminui a libido. "Se uma pessoa anêmica consumir catuaba, rica em ferro, aumentando a libido", diz.

Há quem acredite que o ovo de codorna ou de granja é afrodisíaco. Na verdade, o ovo é rico em lecitina, que produz acetilcolina, responsável pelo relaxamento da musculatura do pênis. Além disto, a acetilcolina pode causar cólicas. "As únicas substâncias que provocam ereção são a papaverina e a prostaglandina, nas versões injetáveis", afirma.

Segundo o andrologista, a testosterona pode estimular o desejo, mas não deixa o pênis erétil. E o consumo sem controle de produtos com testosterona pode desencadear câncer. A ereção que ocorre durante o sono é devido à testosterona livre no organismo. É uma forma de o organismo manter o pênis oxigenado.

Serviço

Onde encontrar os produtos: 
Lojas Imaginarium: Shopping Center Recife e Shopping Guararapes
Via Oculta: Av. Rosa e Silva 1655, loja 02, Aflitos
Meu Cheiro: Rua Amélia, em frente ao Museu do Estado

 

Ervas para aumentar a libido

Maca é uma das ervas que promete aumentar o desejo sexual

Por  Dias

  •  
  •  
  • ·   

    •  

    ervas para aumentar a libido Ervas para aumentar a libido

    Não é novidade que homens e mulheres que sofrem de falta de apetite sexual vivem em busca de soluções para o problema. Embora a real solução para isso esteja basicamente na maneira que a pessoa se vê e interage com o parceiro, existem algumas alternativas para impulsionar esse retorno à vida sexual.

    Conheça a seguir quatro ervas que podem ser encontradas em farmácias de manipulação em sua forma de extrato e prometem melhorar a libido masculina e feminina.

    Maca

    Essa planta de aparência similar ao nabo, é conhecida como “viagra peruano” pois acredita-se que ela tenha o mesmo efeito no desejo sexual. Ela possui frutose, cálcio, ferro, manganês, cobre, potássio, zinco e ferro e aminoácidos essenciais como argenina, lisina e valina em sua composição.

    Além disso, ela contém proteínas vegetais, fibras e vitaminas B1, B2, C e E. Sua ação positiva no apetite sexual se deve também à presença dos fito-hormônios progesterona e testosterona em sua composição.

    Ela pode proporcionar ao homem ereções mais fortes e mais duradouras e nas mulheres, acredita-se que ela aumenta o apetite sexual e a intensidade dos orgasmos.

    Ginseng siberiano

    Suas propriedades são similares ao ginseng espécie panax. Sua raiz contém uma mistura de componentes chamados eleutherosides, muito utilizados em tratamentos fitoterápicos.

    Além de aumentar a fertilidade masculina e feminina, esta planta ajuda a estabilizar os hormônios femininos, colaborando com a melhoria da libido.

    Dicas Relacionadas

    ·                     6 frutas que aumentam a libido

    ·                     Não tenho desejo sexual, o que fazer?

    ·                     Alimentos afrodisíacos: prazer que começa na mesa

    ·                     Fuja dos inimigos do sexo

    ·                     Falta de apetite sexual

    Ginkgo biloba

    O ginkgo biloba auxilia a vasodilatação e promove a produção de ácido nítrico, necessário para estimular o aumento do fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais, sendo assim um excelente estimulante sexual.

    Essa erva é mais conhecida pelo seu tratamento contra disfunção erétil em homens, mas também pode proporcionar melhoria no apetite sexual feminino.

    Tribulus terrestris

    Seu uso é muito disseminado para o tratamento de infertilidade e impotência, além de sua forte influência na melhoria do apetite sexual tanto do homem quanto da mulher. Os resultados de pesquisas feitas pelo mundo todo apontam respostas positivas do corpo em relação ao Tribulus Terrestris. Acredita-se, inclusive, que possa aumentar os níveis de testosterona na organismo.

    Estas plantas são usadas em tratamentos fitoterápicos para promover o apetite sexual em homens e mulheres, porém não garantem a solução do problema de falta de desejo sexual, devido à sua causa estar, em geral, ligada ao psicológico e não à fatores físicos.

    O que elas fazem é preparar o corpo para a excitação e facilitar esse processo. Uma vez que isso ocorre, estando o corpo preparado para a função sexual, a mente pode ser mais facilmente estimulada. Sendo assim, não se deve recorrer apenas a estes recursos para o tratamento da perda da libido.

    Essa matéria não substitui uma consulta médica e não se esqueça de que antes de se automedicar você deve buscar aconselhamento médico.

    ·