Carregando... Aguarde...
Home
ENCAPSULADOS
Ervas
Tempero
TINTURA
43984382092

Newsletter



Passe o mouse na imagem para zoom

  • A ginkgo biloba foi a primeira planta a brotar após a destruição provocada pela bomba atômica na cidade de Hiroshima, no Japão e é famosa por suas façanhas. O extrato obtido de suas folhas comprovadamente reduz as tonturas, refresca a memória, alivia as dores nas pernas e nos braços e acaba com o zumbido no ouvido. Por tudo isso ela arrebanhou uma vasta clientela, composta na maior parte por idosos. Mas suspeita-se que o poder dessa planta de folhas de formato de leque vá além. Estudos realizados em laboratório e com seres humanos sugerem sua capacidade de prevenir e atacar tumores - mais um importante item que se acrescenta ao seu currículo.
 
A maneira como a ginkgo e seus componentes agem em escala celular ainda não foi totalmente decifrada, mas há algumas hipóteses. "Talvez a planta esteja envolvida com a habilidade do organismo de causar apoptose, a morte programada de células defeituosas", diz Daniel Cramer, diretor de Obstetrícia e Ginecologia Epidemiológica do Brigham and Women`s Hospital, ligado à Escola Médica Harvard, nos Estados Unidos. 
 
Outras estratégias descritas em diferentes trabalhos são sua habilidade para inibir os vasos que alimentam o câncer e sua capacidade de evitar danos ao DNA. Esses efeitos são obtidos por meio da ação de duas substâncias, os terpenóides e os bioflavonóides. Os primeiros viraram objeto de estudo mais recentemente. Os bioflavonóides, contudo, são conhecidos de longa data. Agem como antioxidantes, combatendo os radicais livres e impedindo o envelhecimento. Ambos fazem parte do mesmo extrato, o EGb 761 — matéria-prima dos comprimidos vendidos em farmácias.
 
O comprimido de ginkgo biloba desencadeia diversas reações que vão desde os pés até os ouvidos. Os vasos sangüíneos se dilatam e o sangue fica menos viscoso (mais "fino", como se diz). Assim, corre mais rápido, com mais facilidade, e alcança melhor os lugares mais distantes do coração. O labirinto, estrutura que pertence ao ouvido, passa a ser mais bem irrigado e oxigenado, o que ajuda a acabar com tonturas e zumbidos. As áreas do cérebro responsáveis pela memória e pelo raciocínio ficam mais despertas. O fluxo mais intenso também acaba com as dores nos braços e nas pernas, comuns na terceira idade. 
 
Efeitos colaterais
 
São raros os casos de efeitos colaterais advindos da ingestão de ginkgo, mas não se pode ignorá-los. O remédio possui tarja vermelha e só pode ser vendido com receita médica (a dose máxima recomendada é de 240 mg/dia). Esse cuidado existe porque, ao dilatar os vasos sanguíneos, a ginkgo pode provocar enxaqueca e aumentar a sensibilidade da pele, causando alergias. Esse problema é maior nas cápsulas de pó macerado e nas folhas para chá, vendidas em lojas de produtos naturais. Além de ter a eficiência questionada, elas possuem grandes quantidades de um ácido capaz de irritar a pele. Ao afinar o sangue, a planta também pode causar sangramentos (antes de submeter um paciente a cirurgia, os médicos costumam pedir que cesse a ingestão do comprimido). Na bula do medicamento há ainda advertências com relação a distúrbios gastrointestinas e queda de pressão arterial. "A ginkgo é uma planta segura, mas deve ser usada com cautela", resume o americano Daniel Cramer.



GINGKO BILOBA
Avaliação dos clientes: ( )

Preço: R$ 10,00





Compartilhe




  • Descriçao do Produto
  • Comentários de Clientes
  • Video do Produto

Uso Medicinal do extrato de Ginkgo Biloba

Estudos indicam que o extrato de ginkgo biloba feito a partir das folhas podem ser usados para:

  • melhorar o fluxo sangüíneo para os tecidos e órgãos
  • combater a danificação de células pelos radicais livres, agindo como antioxidante natural
  • evitar a agregação plaquetária, que está relacionada com o desenvolvimento de problemas cardiovasculares, respiratórios, renais e problemas no sistema nervoso.

Na medicina tradicional chinesa, as folhas de ginkgo biloba são usadas para combater vários problemas de saúde como asma, bronquite, problemas de perda de audição, tuberculose, deficiência circulatória, perda de memória, dor de estômago, problemas de pele, ansiedade entre outros.

Anteriormente já falamos de uma possível cura paro o vitiligo que investigadores do King's College de Londres estavam pesquisando; esta cura estava na pimenta negra.Também falamos sobre a doença, e de como ela afeta a produção de melanina de nosso corpo e de como a piperina podia ser um poderoso aliado nessa luta. Se você quiser ler este post anterior, faça clique aqui.

Agora, para saber desta nova possibilidade de cura para o vitiligo, continue com a leitura deste post.

Ginkgo

 Biloba

 é uma planta única em sua espécie, e quando digo única, digo-o literalmente, pois não existe nenhuma outra. Ela é uma planta originaria da China e que pode chegar a viver mil anos (bastante!).

Aparelho de Lipocavitação

Escreva seu próprio comentário para o produto

Comentários Enviados

Este produto não recebeu nenhum comentário até agora. Seja o primeiro e enviar um comentário para este produto!