Carregando... Aguarde...
Home
ENCAPSULADOS
Ervas
Tempero
TINTURA
43984382092

Newsletter



Passe o mouse na imagem para zoom

  • "Pau-paratudo" ou "unha-d'anta", sendo que o chá das cascas de, é usado contra epilepsia, sífilis, reumatismo e afecções cutâneas na medicina popular. Na literatura, estão relatadas as atividades depressoras do sistema nervoso central e de contração da musculatura lisa cardíaca e esquelética, para o extrato etanólico e frações alcaloídicas provenientes das cascas do caule, além de atividade antimicrobiana, antiinflamatória e antioxidante do extrato bruto metanólico das cascas das raízes. Foi relatado o isolamento de: lupeol, 4-metoxi-6-(p-hidroxiesteril)-?-pirona, dasicarpumina, lupanina, panacosmina, acosmina, homo-6-epipodopetalina, acosminina e lupanacosmina, a partir do extrato metanólico bruto das cascas das raízes.

METODOLOGIA:
Prepararam-se, o extrato hexânico bruto (EBHexCR Ad) e o extrato metanólico do cerne das raízes de A. dasycarpum (EMeOHCR Ad). O EMeOHCR Ad, foi liofilizado e fracionado por partição com acetato de etila (AcOEt) e metanol (MeOH). A fração metanólica foi submetida ao fracionamento por meio de cromatografia em coluna filtrante, e subseqüente fracionamento por cromatografia em coluna por adsorção e por exclusão e em camada delgada preparativa, utilizando hexano, clorofórmio, diclorometano, acetato de etila e metanol como solventes. Os extratos e as substâncias isoladas, foram avaliados com relação à atividade antioxidante pelos métodos de inibição da formação de radicais livres (DPPH) e inibição da formação do íon superóxido (NBT). Avaliaram-se, também, as atividades antiúlcera, utilizando o modelo de úlcera gástrica induzida por etanol em ratos, analgésica, em modelo de dor induzida por ácido acético e antiinflamatória, pelo modelo de inflamação aguda (edema de pata) induzida por carragenina em ratos. A determinação estrutural das substâncias isoladas foi realizada por espectroscopia de IV e RMN de 1H e 13C e espectrometria de massa (CG/EM).



Pau-para-tudo Simaruba Cedron.
Avaliação dos clientes: ( )

Preço: R$ 10,00





Compartilhe




  • Descriçao do Produto
  • Comentários de Clientes
  • Video do Produto

- Pau-para-tudo é o nome popular de uma árvore da
família das Caneláceas, que ocorre em regiões tropicais.
No Brasil é encontrada nos estados do Paraná e Rio Grande do Sul e também em Madagacar, na Flórida e

nas Antilhas (VIDE ANTILHAS ).

O nome científico do pau-para-tudo é: Capiscodendron Dinisii 

 

2. Pau-para-tudo

Por josé luiz (SP) em 01-08-2010

[Bot.]- Pau-para-tudo é o nome popular de uma árvore dafamília das Simarubáceas.

O nome científico do pau-para-tudo é: Simaruba Cedron.

"Pau-paratudo" ou "unha-d'anta", sendo que o chá das cascas de, é usado contra epilepsia, sífilis, reumatismo e afecções cutâneas na medicina popular. Na literatura, estão relatadas as atividades depressoras do sistema nervoso central e de contração da musculatura lisa cardíaca e esquelética, para o extrato etanólico e frações alcaloídicas provenientes das cascas do caule, além de atividade antimicrobiana, antiinflamatória e antioxidante do extrato bruto metanólico das cascas das raízes. Foi relatado o isolamento de: lupeol, 4-metoxi-6-(p-hidroxiesteril)-α-pirona, dasicarpumina, lupanina, panacosmina, acosmina, homo-6-epipodopetalina, acosminina e lupanacosmina, a partir do extrato metanólico bruto das cascas das raízes.


METODOLOGIA:
Prepararam-se, o extrato hexânico bruto (EBHexCR Ad) e o extrato metanólico do cerne das raízes de A. dasycarpum (EMeOHCR Ad). O EMeOHCR Ad, foi liofilizado e fracionado por partição com acetato de etila (AcOEt) e metanol (MeOH). A fração metanólica foi submetida ao fracionamento por meio de cromatografia em coluna filtrante, e subseqüente fracionamento por cromatografia em coluna por adsorção e por exclusão e em camada delgada preparativa, utilizando hexano, clorofórmio, diclorometano, acetato de etila e metanol como solventes. Os extratos e as substâncias isoladas, foram avaliados com relação à atividade antioxidante pelos métodos de inibição da formação de radicais livres (DPPH) e inibição da formação do íon superóxido (NBT). Avaliaram-se, também, as atividades antiúlcera, utilizando o modelo de úlcera gástrica induzida por etanol em ratos, analgésica, em modelo de dor induzida por ácido acético e antiinflamatória, pelo modelo de inflamação aguda (edema de pata) induzida por carragenina em ratos. A determinação estrutural das substâncias isoladas foi realizada por espectroscopia de IV e RMN de 1H e 13C e espectrometria de massa (CG/EM).

Escreva seu próprio comentário para o produto

Comentários Enviados

Este produto não recebeu nenhum comentário até agora. Seja o primeiro e enviar um comentário para este produto!