Carregando... Aguarde...
Home
ENCAPSULADOS
Ervas
Tempero
TINTURA

Newsletter



Passe o mouse na imagem para zoom

  • DESCRIÇÃO: Tem como nome científico Cuphea  Família: Lythraceae e nome popular: Guanxuma - vermelha, erva - de - sangue. É originário da América Central e do Sul, desde o México até o Uruguai. Reproduz-se por sementes, preferindo solos arenosos, úmidos, férteis e ricos em matéria orgânica. Floresce quase o ano todo, sendo a época de maior florescência os meses de junho e julho.

INDICAÇÃO: O chá de Sete Sangrias é indicado para arteriosclerose, depurativo, hipertensão, palpitações do coração, insônia, colesterol, circulatória, psoríase, dermatite de contato e afecções da pele em geral. 

COMO FAZER:  Em um litro de água fervente, coloque 2 colheres de sopa da erva, deixe levantar fervura. Desligue o fogo e abafe por dez minutos.  Coe e está pronto para o uso. 

COMO BEBER: Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia.



SETE SANGRIA - Cuphea
Avaliação dos clientes: ( )

Preço: R$ 10,00





Compartilhe




  • Descriçao do Produto
  • Comentários de Clientes
  • Video do Produto

Dito popular:

SAÚDE - Medicina Popular

Comecei a tomar o chá da «Erva de sete sangrias» para fazer uma «limpeza ao sangue fazendo baixar o colesterol», com que a Isabel Pita me presenteou. É uma planta espontânea nos baldios e pastagens. É conhecida por «Sete sangrias» porque a sua acção no tratamento corresponderá ao mesmo efeito que teriam sete sangrias em tempos que já lá vão.

É indicada para combater a hipertensão, sendo depurativa, diurética, laxante e ajuda a eliminar o ácido úrico. Mas, tem outras propriedades terapêuticas como no combate ao colesterol, melhora a circulação e respiração, bem como actua sobre as doenças de pele e a insónia. Não se deve abusar do seu consumo, podendo provocar diarreias e quedas de tensão arterial. Isto é tome chá de «Erva de sete sangrias» uma semana e descanse outra.

 

PARTES USADAS: Parte aérea florida

ORIGEM DO PRODUTO: Brasil

DESCRIÇÃO:
Tem como nome científico Cuphea  Família: Lythraceae e nome popular: Guanxuma - vermelha, erva - de - sangue. É originário da América Central e do Sul, desde o México até o Uruguai. Reproduz-se por sementes, preferindo solos arenosos, úmidos, férteis e ricos em matéria orgânica. Floresce quase o ano todo, sendo a época de maior florescência os meses de junho e julho.

INDICAÇÃO: O chá de Sete Sangrias é indicado para arteriosclerose, depurativo, hipertensão, palpitações do coração, insônia, colesterol, circulatória, psoríase, dermatite de contato e afecções da pele em geral. 

COMO FAZER:  Em um litro de água fervente, coloque 2 colheres de sopa da erva, deixe levantar fervura. Desligue o fogo e abafe por dez minutos.  Coe e está pronto para o uso. 

COMO BEBER: Tomar de 2 a 3 xícaras ao dia.

 



 

 

 

 

 

Veja para que serve Sete Sangrias

Nome Científico: Cuphea balsamona / C. spp
Familia: Lythraceae


Histórico e Curiosidades: Também conhecida como guanxuma vermelha. Planta orinária da América do Sul, sendo muito encontrada no Brasil. Já encontrei pessoas utilizando para pressão alta no litoral norte de São Paulo na forma de chá, nascendo no meio das pedras do calçamento de Ouro Preto e nos brejos de uma fazenda em São Sebastião do Paraíso, em Minas. Planta pouco estudada, mas muito empregada pelos raizeiros e pela população para problemas do sangue de uma forma geral. Fez parte da listagem da antiga CEME.

Botânica: Planta de pequeno porte, chega a no máximo 60 ou 70cm de altura, e com muita facilidade de dispersão. Suas folhas são pequenas, com cerca de 1 cm de comprimento, de verde claro, áspera ao tato, pilosas. Seu caule chega a ficar bem lenhoso, apesar de seu porte baixo, e pode se tornar uma planta semi-perene. Suporta bem o corte, tendo espécimes com mais de 5 anos de colheita. Suas flores são pequenas e de coloração rosa claro. Produz uma grande quantidade de sementes, que caindo ao solo germinam rapidamente

Cultivo e Colheita: Cultivo muito fácil, pode ser realizado por semeadura, mas temos dificuldade em coletar as sementes. Pode ser realizado por estaquia, mas também não é usual. O que normalmente se faz é arrancar as mudinhas que surgem em grande quantidade ao pé da planta mãe e replanta-las no terreno definitivo. Planta-se espaçadas uma da outra cerca de uns 20 a 25 cm. Pode-se plantar em terreno plano ou de preferência em canteiros. Colhem-se os ramos, com podas não muito drásticas, e coloca-se para secar. Processo de secagem é muito rápido

Parte Utilizada: Utiliza-se a planta toda. Mas em cultivos o caule vai ficando muito lenhoso, sendo que nestes casos recomendam-se somente as folhas e os ramos mais finos.

Princípios Ativos: Pouco estudada, não sabemos muito a respeito de sua composição química.

Ação Farmacológica e Indicações
: No sistema cardio-circulatório, age como hipotensora nos casos de hipertensão arterial leve a moderada, e sedativa do coração. Já no sistema reprodutor age como anti-sifilítica e outras doenças venéreas, principalmente na fase crônica. Possui ação antiinflamatória e anti-reumática, elimina o excesso de ácido úrico na gota. Pode fazer parte do tratamento de doenças de pele como psoríase. Parece ter uma ação depurativa leve. Ajuda também a controlar estados de diarréia. 

Efeitos Colaterias: Não existem informações na literatura, mas evitar o uso na gravides, lactação e crianças menores de 7 anos por falta de estudos.   


Ademar Menezes Junior

Escreva seu próprio comentário para o produto

Comentários Enviados

Este produto não recebeu nenhum comentário até agora. Seja o primeiro e enviar um comentário para este produto!